Antônio-Callado-1024x628

Destaques de literatura

O centenário de Antonio Callado e uma homenagem a João Ubaldo Ribeiro fazem parte da seleção

Todorov alertava para os riscos do excesso teórico

Todorov, um leitor do mundo

Um dos pais do estruturalismo francês, o intelectual búlgaro, morto aos 77 anos, encontrou na literatura o ponto de partida para uma leitura do mundo

Antes mesmo da dissolução formal da União Soviética, em dezembro de 1991, estátuas do antigo líder comunista Vladimir Lênin foram derrubadas em diversas repúblicas do bloco em crise

Adeus, Lênin

Última obra do “ciclo vermelho” da escritora bielorussa Svetlana Aleksiévitch, O Fim do Homem Soviético narra como, apesar do colapso do império, o cidadão aficionado ao estilo de vida comunista continuou a existir

Kleber Mendonça Filho, diretor de Aquarius, na locação do filme. Por unanimidade de nossos convidados, foi escolhido o melhor de 2016 no cinema. Foto: Fred Jordão

Melhores do ano na cultura

A convite da CULTURA!Brasileiros, 15 especialistas em cinema, fotografia, teatro, música e literatura elegeram o que houve de melhor nessas áreas em 2016

hilda

Instituto Hilda Hilst promove clube de assinaturas

Para ajudar na preservação da Casa do Sol, Instituto Hilda Hilst lançou, em novembro, um clube de assinaturas que envia produtos exclusivos da autora e sua obra para quem aderir à ideia. Segunda caixa já está disponível no site

Foto: Divulgação

O sebo do gueto

Espaço foi aberto na garagem de um casal de professores de História na periferia de Osasco com livros a preços populares

Fachada da Biblioteca Mário de Andrade na noite paulistana. Foto: Maurício Pisani

Um leitor da cidade

Amante da Biblioteca Mário de Andrade, o sr. Apolônio, personagem veterano de São Paulo, acredita no ditado: só é paulistano quem sobe a Consolação chorando

Foto: Divulgação

Rio, montanha, pássaro

Histórias em diferentes perspectivas: a denúncia ecológica, o lirismo e o nonsense

af17d110-a60f-42cc-92ff-d25126b23b32

Os imperdíveis

Os livros do mês de dezembro que não podem faltar em sua prateleira

Manoel - palavras

O Rio de Manoel de Barros

Uma homenagem ao grande poeta mato-grossense, cujo centenário de nascimento se comemora neste 19 de dezembro

IMG_5884

Entre a Bíblia e o Kamasutra

Quando morreu aos 82, no começo de novembro, Leonard Cohen estava no auge da popularidade. O escritor, cantor e compositor canadense vinha, nos últimos anos, de longas turnês mundiais e três discos de estúdio. Em “You Want it Darker”, lançado no final de outubro, sua voz, profundamente grave, já anunciava o que viria dali a duas semanas: “Estou pronto, Senhor”