Jean Claude Bernadet 2017 foto Diego Rousseaux

Jean-Claude Bernardet: a desconstrução de um mito

Aos 80 anos, o crítico de cinema fala com franqueza sobre a morte, os dilemas do cinema contemporâneo, seus novos projetos e ”A Destruição de Bernardet”, filme em que ele é retratado de maneira livre, alternando momentos quase oníricos a uma visão crua da velhice

O diretor Eryk Rocha, em retrato de Marcos Pinto feito para reportagem publicada em 2011. Leia em: brasileiros.com.br/3UGGF

Arqueologia da memória

Vencedor do Olho de Ouro, prêmio máximo da competição de filmes documentais do Festival de Cannes, “Cinema Novo”, de Eryk Rocha, é um tratado poético sobre o movimento protagonizado, entre outros, por seu pai, Glauber Rocha. Em entrevista à CULTURA!Brasileiros, o diretor disseca intenções registradas com sutileza no longa

Ainda uma câmera na mão…

Filho do cineasta Glauber Rocha, morto há exatos 30 anos, Eryk Rocha lança Transeunte, seu primeiro longa-metragem de ficção, que aborda a solidão e o anonimato cotidiano em uma grande cidade