Coragem - Popole Misenga em treinamento para encarar o tatame no Instituto Reação, Rio de Janeiro. Foto: Rio 2016/Alex Ferro

Fuga para a vitória

Ou ao menos pelo direito de disputar a Rio 2016. É o sonho dos atletas que irão compor a Refugee Olympic Athletes (ROA), primeira equipe de refugiados a disputar uma Olimpíada. Dois congoleses abrigados pelo Brasil, os judocas Popole Misenga e Yolande Bukasa estão cotados para fazer parte dela

Marcelo Melo (à esq.) e Bruno Soares, dupla que vai defender o Brasil na Olimpíada. Foto: Bruno Lorenzo Fotografia/Divulgação Rio Open

Uma parceria de infância pela medalha de ouro

Na melhor fase de suas carreiras, os tenistas mineiros Marcelo Melo, primeiro do ranking de duplas, e Bruno Soares, décimo colocado, revivem a longa amizade e voltam a jogar juntos por um sonho comum: ganhar o ouro ou ao menos subir no pódio de duplas na Rio 2016. Estão entre os favoritos – mas a parada será dura