Manoel - palavras

O Rio de Manoel de Barros

Uma homenagem ao grande poeta mato-grossense, cujo centenário de nascimento se comemora neste 19 de dezembro

Naquele mesmo momento um jovem Friedrich Engels atravessava a região de Bordeaux entre namoros e degustações e escrevia: “Um momento de felicidade: Château Margaux, 1848”.

O vinho, os livros e as revoluções

Tomado em momentos históricos, de revoltas, batalhas e manifestações, o licor de Baco, não importa a safra, parece sempre melhor

Foto: Flavio Magalhães.

O menino e o senador

O espaço literário é o lugar onde me refugio quando o mar-não-está-pra-peixe. Mato a sede e a fome. Reciclo minhas dores, e as do mundo também. Uma espécie de cidade cenográfica mental, portátil. Cabe tudo dentro da minha rígida caixa craniana

salém-nassar13-1170x687

O adivinho e o pessimista

O primeiro garante que mente mesmo quando acerta. O segundo, em algum momento, terá toda a razão. A ver

christiandunker6

O óbvio, o improvável, o imprevisível

Divido minhas previsões para 2017 em três tipos: as óbvias decorrências de tudo que estamos fazendo, as improváveis alterações de rota e as verdadeiras irrupções imprevistas

Temer vai ao Congresso levar nova meta fiscal

Manual do perfeito midiota – 54

Entre as muitas abordagens possíveis do atual momento do Brasil, uma das questões mais delicadas se refere às crises cíclicas do capitalismo e às ações políticas que as acompanham

A rainha, durante o pronunciamento, conhecido como "o discurso do annus horribilis" - Foto: Reprodução

O “annus horribilis” de Elizabeth II

Assim mesmo, em latim, a rainha classificou o ano de 1992, marcado por escândalos na família real e por incêndio em seu castelo favorito

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Manual do perfeito midiota – 53

Alguns analistas da mídia, que eventualmente confundem “mandado” com “mandato”, ficaram, como se diz, de saia justa e salto agulha em terreno de pedregulho

Flagrante registrado por araponga do SNI em aniversário de Jango, o número 3 da imagem – Foto: Reprodução/ Movimento de Justiça e Direitos Humanos

O espião da ditadura na fazenda de Jango

Monitoramento em torno do presidente João Goulart no exílio envolveu até roubo de cartas em quarto de estância no Uruguai