Pós-Mauá, o Brasil de Júlio Mesquita

Brasileiros de junho traz, com exclusividade, um capítulo do livro Júlio Mesquita e seu Tempo, do jornalista, historiador e cientista político Jorge Caldeira, sobre a vida do dono do jornal paulistano O Estado de S. Paulo.

Na obra, com quatro volumes, Caldeira mostra como Mesquita revolucionou o jornalismo brasileiro, tanto ideologicamente quanto tecnicamente, como a criação de formatos de títulos, fotos, mapas e infográficos. Mais do que isso, ele foi um importante político em uma época que o País passava por transformações complexas, como o início da República e a produção para exportação.

E mais:

- Política: estivemos no Congresso Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) e falamos com o assessor especial da presidência da República, Marco Aurélio Garcia, sobre a crise que vive a legenda. Para ele, a ofensiva da direita e da mídia são as principais culpadas pela ideia de que o PT não vai se recuperar. No entanto, ele critica a distância do partido para com os movimentos sociais.

- Economia: toda a repercussão do seminário Rumos da Economia – Desafios para o crescimento, organizado por Brasileiros no final de abril. Para os palestrantes – entre eles o prefeito Fernando Haddad e o ex-ministro da Fazenda, Bresser-Pereira, o País tem alternativas para voltar à rota de crescimento econômico.

Foto: Reprodução