Condenada originalmente a 35 anos de prisão em 2010, militar teve a sua sentença comutada pelo ex-presidente Barack Obama

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Exército dos EUA confirmou que a militar Chelsea Manning foi solta da prisão de Fort Leavenworth, no Kansas, nesta quarta-feira, 17/5, após sete anos atrás das grades. Condenada originalmente a 35 anos de prisão por vazar dados ao WikiLeaks, Chelsea teve sua sentença comutada em janeiro de 2017 pelo ex-presidente Barack Obama em uma das suas últimas ações no cargo.

“Agradeço o apoio incrível que recebi de tantas pessoas ao redor do mundo nesses últimos anos”, afirmou Chelsea em um comunicado enviado para a rede ABC News.

Chelsea foi condenada por vazar informações diplomáticas e militares ao WikiLeaks em 2010, que incluem vídeos de ataques aéreos no Iraque e Afeganistão, junto com documentos classificados enviados ao U.S. State Department. Ela foi presa e começou a cumprir pena no mesmo ano. 

Os dados oferecidos por Chelsea ajudaram a colocar o WikiLeaks no mapa como uma fonte secreta do governo, mas pediu rápida condenação de oficiais americanos.

Obama comutou a pena de Chelsea porque disse acreditar que ela assumiu responsabilidade e expressou remorso por seus crimes, de acordo com representantes da Casa Branca.

Link curto: http://brasileiros.com.br/SNMLL
Tags: , , ,