A artista baiana fala sobre o seu dia a dia no antigo hotel, ocupado desde 2012 por famílias que integram o movimento de luta por moradia

A artista baiana Virginia de Medeiros vive desde novembro de 2016 na Ocupação Hotel Cambridge, no centro de São Paulo. Na entrevista, ela comenta a sua convivência com os moradores da ocupação, iniciada em 2012 pelo Movimento Sem Teto do Centro (MSTC). A partir dessa experiência, a artista criará uma nova obra, que será exibida em breve.

Ela é a quarta a participar do programa de residência artística que existe dentro da ocupação. Criado no ano passado pelos curadores Juliana Caffé, Yudi Rafael e Alex Flynn, o projeto já contou com a participação dos artistas Ícaro Lira, Jaime Lauriano, Raphael Escobar, o escritor Julián Fuks.

Vencedora do Prêmio PIPA 2015, a artista produz obras que questionam os limites entre realidade e ficção. Medeiros já participou de mostras como a 31a Bienal de São Paulo e o 18o Festival de Arte Contemporânea Videobrasil. Uma das suas obras mais importantes, o vídeo Sergio e Simone, conta a história de uma travesti chamada Simone que, após uma overdose, tem um delírio místico e decide volta a usar o nome de batismo.

CONTEÚDO!Brasileiros: 

Ocupação tem rotina transformada por intervenções sociais e artísticas

Ícaro Lira desenvolve trabalho na Ocupação Cambridge

Link curto: http://brasileiros.com.br/ipjGA
Tags: , , , ,