O descanso das festas de fim de ano acabou: mãos à obra!

planetas-ingimage

8 de janeiro- Mercúrio retoma seu movimento direto

Mercúrio esteve retrogrado desde dezembro e agora retoma seu movimento direto. As questões são: Como você usou este período? Reviu suas opções e buscou mais informação para sedimentar suas escolhas? Por mais confuso que tenha sido este período você pode ter tido a oportunidade de contatar com gente do seu passado e/ou revisto temas que estavam pendentes. Agora é a hora de colocar suas ideias em prática e ir em frente com confiança.

 8 de janeiro-Vênus semi quadrado Urano

Paira no ar a incerteza sobre o desejo de estar perto de alguém ou manter a liberdade e a individualidade. O desejo de experimentar em termos afetivos pode ser fugaz e, finalmente, insatisfatório ou frustrante

10 de janeiro- Sol quadrado Urano

A Influência de Urano sobre o Sol checa seus hábitos e rotinas e o leva para direções novas e interessantes. Deixe o passado para trás, pois é hora de respirar novos ares e reinventar a si mesmo de uma forma totalmente nova.Reveja suas formas ultrapassadas de ser e de se relacionar.Você poderá descobrir que certas pessoas já não são uma boa opção para a pessoa que você se tornou.Você está pronto para olhar para trás e ver com objetividade relacionamentos mais importantes? Quem está envolvido na sua vida e por quê?Você está disposto a modificar seus planos e metas? Comece saindo de comportamentos viciados e de sua rotina. Embora a quadratura possa ser um desafio você irá se beneficiar em longo prazo se estiver disposto a fazer ajustes agora.

11 de janeiro-Vênus paralelo Netuno  

Este aspecto propicia um aumento da sensibilidade, romantismo e a consciência da beleza e da espiritualidade. Somos facilmente influenciados e dados a fortes poderes de imaginação, abertura psíquica e compaixão.

12 de janeiro- Mercúrio entra no signo de Capricórnio

Mercúrio esteve em Capricórnio de 2 de dezembro a 4 de janeiro e estará de 12 de janeiro a 7 de fevereiro. Quando Mercúrio abandona o filosófico signo de Sagitário e entra em Capricórnio seu pensar começa a ficar mais profundo e direcionado para o lado prático. Trabalho, carreira e atividades mundanas tem prioridade e é preciso resolver tudo o que ficou pendente nestas áreas. O descanso das festas de fim de ano acabou e mãos à obra! É hora de retomar antigos planos e projetos, verificar sua viabilidade e partir para a ação.

12 de janeiro-Vênus conjunção Netuno

Há poucos aspectos tão românticos quanto este. Quando o amor pessoal (Vênus) e amor espiritual (Netuno) se conectam numa combinação harmoniosa abra o seu coração. Você estará mais aberto às conversas inspiradoras e às conexões amorosas. A sensibilidade e a compaixão abrem as portas para a possibilidade de um novo relacionamento e, ao mesmo tempo, trazem ternura para seus relacionamentos atuais. Se você é solteiro (a) este é um excelente momento para conhecer alguém, se você já tem um relacionamento planeje  uma noite especial . Pequenos gestos podem percorrer um longo caminho agora! É hora também de encontrar amigos de verdade, aqueles que fazem parte da sua irmandade cósmica.

12 de Janeiro- Lua Cheia em Câncer

Durante a Lua Nova que ocorreu no final de dezembro, suas metas para o ano foram expostas. Agora, a Lua Cheia em Câncer solicita que você se certifique de que suas necessidades pessoais e os aspectos públicos e profissionais estão em equilíbrio saudável um com o outro. Como você pode fazer isso ? Sintonize-se com seus sentimentos , pensamentos e corpo,  e cuide bem de si mesmo. Nos dias seguintes a esta Lua Cheia, mas antes da próxima Lua Nova,faça um plano para harmonizar e equilibrar estes dois aspectos de sua vida: a atuação externa e o cuidado consigo mesmo. Esta Lua cheia também forma um T-quadrado em curso envolvendo Júpiter, Plutão e Urano em um Grande Quadrado. Algo está sendo exposto levando-nos a entrar em contato com aspectos de nossas vidas pessoais que podem ter sido negligenciar ou adiadas.

Os sete dias após o início da Lua Cheia são favoráveis ao abandono de hábitos nocivos ao bem-estar físico e psíquico, às atividades sociais, à inauguração de espaços que visem o grande público, à conscientização do que impede o crescimento, à comunicação de ideias novas, às atividades que exigem muito pique e energia.

A Lua Cheia é boa para: iniciar atividades com grande número de pessoas e que contam com sua cooperação, mudança de casa ou da decoração, marcar eventos, pois a divulgação é rápida e eficiente.
Na Lua Cheia, o magnetismo pessoal aumenta e a sensualidade fica à flor da pele, sendo um período propício para iniciar um romance. Mas, evite marcar casamento nesta Lua, pois as chances de que ocorram brigas e desentendimentos ficam maiores. Para quem quer engravidar esta é a Lua ideal, pois a fertilidade está em seu momento mais elevado. Período ideal para sair com os amigos à noite e os bares ficam mais lotados e favorável para quem trabalha no comércio, pois as vendas e os lucros aumentam. O cabelo, quando cortado nesta Lua, aumenta de volume e os fios nascem mais fortes, porém crescem mais lentamente. Não é o momento adequado para fazer cirurgias ou arrancar dentes, pois o risco de hemorragia e infecções é maior. Cuidado ao dirigir porque há maior propensão a acidentes de trânsito.
O humor das pessoas fica alterado, as brigas são mais frequentes e as delegacias ficam com maior movimento. Na Lua Cheia, os regimes ficam dificultados. É mais difícil perder peso, pois o organismo está retendo mais líquido. Um segredo para manter a silhueta é não fraquejar no dia da Lua Cheia e nos dois dias que a precedem.

14 de janeiro-Vênus paralelo Júpiter

A energia de encontro destes dois planetas nos torna caridosos para com os outros e com um forte desejo, mais forte do que o habitual, de encontrar significado em nossos relacionamentos.

 

14 de janeiro- Vênus contra paralelo Urano
Questões relativas a liberdade e mudanças poderão ser levantadas em nossos relacionamentos por conta desta aspectação

 

Link curto: http://brasileiros.com.br/NW3HZ
  • Maggy Harrison

    É astróloga e socióloga. Trabalha com interpretação de mapas astrológicos e escreve sobre o tema desde 1981. Em sua coluna, mostra como os aspectos que os planetas formam entre si a cada dia podem afetar nossas vidas