A iniciativa busca compilar opiniões para construir um diagnóstico sobre os desafios e oportunidades de Internet das Coisas no Brasil

Dividido em vários itens, o documento objetiva obter a opinião dos diversos agentes envolvidos para construir um diagnóstico sobre os desafios e oportunidades de IoT no país.

Dividido em vários itens, o documento objetiva obter a opinião dos diversos agentes envolvidos para construir um diagnóstico sobre os desafios e oportunidades de IoT no país.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) prorrogou até 6 de fevereiro o prazo para a apresentação de contribuições à consulta pública sobre o Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT).

A iniciativa busca compilar opiniões para construir um diagnóstico sobre os desafios e oportunidades de Internet das Coisas no Brasil. E identificar tópicos-chave para a viabilização de IoT no Brasil. Dividido em vários itens, o documento objetiva obter a opinião dos diversos agentes envolvidos para construir um diagnóstico sobre os desafios e oportunidades de IoT no país. Os resultados serão disponibilizados de maneira consolidada e discutidos pela Câmara IoT, criada pelo governo brasileiro em 2014.

De acordo com o secretário de Política de Informática do MCTIC, Maximiliano Martinhão, o Plano Nacional de IoT será apresentado durante o GSMA Mobile World Congress, que vai ocorrer de 27 a 1º de março, em Barcelona (Espanha). O plano vai prever ações para desenvolver tecnologias de IoT no Brasil até 2022. 

Para participar da consulta basta entrar nesta página.

Link curto: http://brasileiros.com.br/FYh0t
Tags: , ,