Pesquisa multidisciplinar mostra como o ácido graxo é a matéria-prima dos vasos linfáticos, a estrada pela qual células cancerígenas atingem outros órgãos do corpo

As células do câncer se proliferam pela construção de “rotas” feitas por gordura, mostra estudo publicado no dia 26 de dezembro na Nature. Feita por um grupo multidisciplinar de vários países, a pesquisa demonstrou que as estradas do câncer são feitas de vasos linfáticos que, por sua vez, usam o ácido graxo como matéria-prima.

A metástase ocorre quando o câncer se espalha do local em que originalmente nasceu para outro ponto do corpo. Ela se dá por meio da disseminação das células tumorais para outros órgãos. Seu surgimento indica o agravamento da doença e pode levar a complicações que ameaçam a vida. 

Os vasos linfáticos, um tipo especializado de “navio” do nosso organismo que transporta fluido em vez de sangue, são a principal via de disseminação de células cancerígenas. No entanto, apesar de cumprir esse papel crucial na doença, a formação de novos vasos linfáticos é ainda um processo mal compreendido.

 Foto: Ingimage

Células do câncer constroem rotas para “viajar” pelo organismo por meio da gordura. Foto ilustrativa/Ingimage

O estudo da Nature começou com uma observação: os vasos linfáticos usam mais gordura (ácidos graxos) do que os vasos sanguíneos. Essa é a primeira descrição da utilização dos nutrientes para a formação dos vasos. 

O próximo passo da pesquisa foi entender porque os vasos são tão dependentes de gordura. Segundo os autores, vasos linfáticos são originados a partir dos vasos sanguíneos durante o desenvolvimento embrionário. Nessa transformação, também adquirem o gosto pela gordura e a própria modificação (do sanguíneo para linfático) depende do ácido graxo.

A gordura é utilizada para mudar códigos genéticos dos vasos sanguíneos que, com isso, viram vasos linfáticos. Os cientistas demonstraram isso porque conseguiram restaurar o crescimento e a função de vasos linfáticos inativos com gordura.

Agora, pesquisadores querem testar drogas capazes de impedir a utilização de gordura no câncer. O objetivo é também evitar a formação de rotas de metástase. Um outro ponto é a nutrição. Cientistas irão testar uma hipótese: querem saber se dieta e suplementos que induzem a cetose são eficientes para impedir a formação dessas estradas.

A cetose ocorre quando o fígado converte gordura armazenada em ácidos graxos (forma de gordura que fica disponível para a utilização). O fenômeno é utilizado hoje para perder peso e ganhar massa magra numa dieta que ficou conhecida como cetogênica, que prima pela restrição de carboidratos.

Link curto: http://brasileiros.com.br/qolYT
Tags: , , , ,