O atirador gritou contra o apoio da Rússia ao regime do presidente da Síria, Bashar al-Assad

Foto: Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

O embaixador da Rússia na Turquia, Andrey Karlov, foi morto a tiros nesta segunda-feira (10) em um atentado em Ancara. Ele foi alvejado enquanto discursava na inauguração de uma exposição de fotografia em uma galeria na capital turca. As informações são da Rádio França Internacional. 

O atirador acertou o embaixador diversas vezes e gritou contra a participação russa na guerra síria. “Não esqueça de Aleppo. Não esqueça da Síria. Enquanto nossas cidades tiverem inseguras, vocês também estarão. Quem quer que tenha participação nessa crueldade pagará por isso”, disse o atirador, de acordo com informações do Al Jazeera. O ataque deixou outros três feridos, segundo o portal. O criminoso era um policial de 22 anos que trabalhava em Ancara.

O ataque aconteceu na véspera de uma reunião de chanceleres e ministros da Defesa da Rússia, Turquia e Irã em Moscou para discutir a situação na Síria e dias depois dos protestos na Turquia contra o papel da Rússia apoiando o regime de Bashar al-Assad. Segundo informações do Al Jazeera, a polícia matou o atirador, que deixou outros três feridos.

O embaixador russo na Turquia era um diplomata de carreira desde 1976. Ele serviu como embaixador em Pyongyang, na Coréia do Norte, de 2001 a 2006, e depois trabalhou como chefe de departamento do chanceler russo. Estava na Turquia desde 2013.

*Com Agência Brasil

Link curto: http://brasileiros.com.br/YhFH8
Tags: , ,