No terceiro vídeo da série de balanço da 32a Bienal, Jochen Volz e os cocuradores falam sobre as críticas recebidas e os caminhos da arte contemporânera

Na semana de encerramento da 32ª Bienal Internacional de São Paulo, a ARTE!Brasileiros voltou ao pavilhão do Parque Ibirapuera para entrevistar o curador Jochen Volz e os cocuradores Júlia Rebouças, Lars Bang Larsen e Sofía Olascoaga, responsáveis pela concepção da mostra Incerteza Viva. O resultado é uma série de três vídeos com um balanço do evento, divididos por temas: “A experiência e a recepção do público”; “o diálogo com o contexto político”; e “as críticas e os caminhos da arte contemporânea”.  

A 32ª edição, que bateu o recorde de público da Bienal, encerrou no último domingo após três meses em cartaz e inicia em 2017 as itinerâncias em outras cidades brasileiras e do exterior – com recortes menores da exposição. Assista abaixo o terceiro vídeo da série:

Link curto: http://brasileiros.com.br/UJacT
Tags: , ,