Confira a entrevista que a ARTE!Brasileiros realizou com a artista sérvia este ano

Foto: Reprodução Facebook

Foto: Reprodução Facebook

Rainha da performance, a sérvia Marina Abramović iniciou sua carreira na década de 1970 e não parou desde então. Nesta quarta-feira (30 de novembro) ela completa 70 anos, sendo uma das grandes referências da arte contemporânea.

Nascida em Belgrado, na Sérvia, Marina é filha de Vojo Abramović e Danica Rosi, casal que lutou contra os nazistas durante a Segunda­ Guerra Mundial na ex-Iugoslávia. Mesmo crescendo dentro de um regime comunista, a artista conta que sua avó sempre foi muito religiosa, o que fez com que a espiritualidade estivesse presente em sua vida desde cedo. Em entrevista à ARTE!Brasileiros, Abramović disse que certa vez, quando criança, decidiu tomar toda a água benta de uma pia batismal para tentar “se tornar santa”. A história exemplifica como a busca por experiências radicais é algo que marca a sua trajetória. A exploração dos limites do corpo é peça central da produção da artista, que recebeu o Leão de Ouro na Bienal de Veneza em 1997 e teve uma retrospectiva no Guggenheim de Nova York em outubro de 2005.

Marina, que afirma que “uma boa performance tira tudo de você”, ficou famosa por ações como Rhythm 5 (1974), na qual armou uma estrutura de madeira no formato de uma grande estrela, deitou-se em seu espaço interior e ateou fogo, e Art Must Be Beautiful (1975), que consistia na própria artista escovando seu cabelo agressivamente enquanto repetia a frase que dá nome ao trabalho. Em 1989, Marina realizou uma das seus performances mais famosas, Os Amantes: a Caminhada da Grande Muralha. Para marcar o final de seu relacionamento com o artista alemão Ulay, os dois saíram de extremidades opostas da Muralha da China até se encontrarem. No ano passado, a artista realizou uma grande exposição no Sesc Pompeia. Intitulada, Terra Comunal, a mostra era uma retrospectiva de seus trabalhos, além de oferecer o método Marina Abramović, uma série de exercícios desenvolvidos pela artista para explorar os limites do corpo e da mente.

Sua relação com o Brasil não parou por aí. Neste ano, ela lançou o filme Espaço Além – Marina Abramović e o Brasil, que documenta uma viagem de mais de seis mil quilômetros pelo País afora na busca por lugares e pessoas de poder espiritual. Mistura de documentário, road movie e suspense, o filme expõe tanto o processo criativo quanto a jornada pessoal da artista sérvia. Confira abaixo a entrevista em vídeo que a ARTE!Brasileiros realizou com Marina sobre o longa-metragem.

Link curto: http://brasileiros.com.br/w7HEV
Tags: , , ,