A previsão astrológica indica que Hillary Clinton vencerá Donald Trump

Hillary e Trump empatam em estados decisivos. Foto: Reprodução/YouTube

Foto: Reprodução/YouTube

No próximo dia 8 de novembro os Estados Unidos elegem seu presidente após uma longa e tumultuada campanha. E quando escolhem um presidente os americanos não definem apenas o seu chefe de Estado, mas também o líder do governo e o comandante do maior exército no planeta. Ou seja, a responsabilidade é grande e as consequências são bastante intensas para todos.

Em abril deste ano já havíamos previsto, a partir dos trânsitos astrológicos em relação ao mapa natal dos dois candidatos, que Hillary Clinton venceria as eleições. Iremos agora, analisar os trânsitos do dia da eleição e quais são as indicações. As três características principais do mapa de Hillary Clinton, o Sol em Escorpião, o ascendente em Escorpião e a lua em Peixes estão todas em signos de água femininos. As três principais características do mapa de Trump, o Sol em Gêmeos, a Lua em Sagitário e o ascendente em Leão são todas em signos masculinos.  Naquele momento, o Sol estará em Escorpião, a Lua entre Aquário e Peixes e Marte, que simboliza a força masculina, estará em Capricórnio e não conectado a nada abertamente masculino.

Além disso, teremos também Mercúrio em Escorpião, signo de Hillary, e a Lua, inicialmente em Aquário, mostrando a possibilidade de pela primeira vez eleger-se uma mulher como presidente dos Estados Unidos. No mapa do dia 8 a quadratura Saturno Netuno (associada a confusão, medo e instabilidade) não estará tão ativa, o que poderá beneficiar a Clinton, porque grande parte da retórica de Trump até agora tem sido baseada no medo e paranoia sobre a imigração. Júpiter em sextil com Saturno propõe que o bom senso irá prevalecer.

No entanto, a quadratura de Júpiter com Plutão expressa a possibilidade de ideologias extremistas, enquanto Netuno em conjunção com o Nodo Sul nos diz que esta eleição será associada com mentiras, propaganda e escândalo. Este aspecto terá sua expressão máxima pico na manhã seguinte, dia 9, com Lua em conjunção com Netuno. Vênus em trígono com Urano e a Lua no ponto médio do aspecto entre Vênus e Urano sugere uma onda de apoio público para uma mulher e uma mudança em direção ao feminino.

Com relação ao trânsito deste dia afetando o mapa dos candidatos, podemos ver um trânsito de Saturno em trígono a conjunção Marte Plutão no horóscopo de Hillary e que favorece muito a sua vitória (Marte em conjunção com Plutão dá um desejo implacável para alcançar metas). Já Donald Trump terá um grande desafio, pois o eclipse lunar do dia 16 de setembro fez um quadrado com seu Sol. Aspectos tensos de um eclipse são desastrosos e duram cerca de 6 meses após do evento.

Para finalizar, no dia 9 de novembro, encontramos o Sol em Escorpião perfeitamente alinhados com Hygeia em Escorpião. Este é o asteroide que governa a Medicina Preventiva, a imunização, a higiene e a Saúde Pública, apontando para a possibilidade de Hillary dar continuidade ao Obamacare.

Link curto: http://brasileiros.com.br/Ojkd6
Tags: , , ,