Valores da extrema-direita foram disseminados no Brasil pelo integralismo de Plínio Salgado

Fotografia dedicada a Plínio Salgado por família integralista, em 1940. Foto: Arquivo Público e Histórico de Rio Claro

Garotos de família integralista em Poços de Caldas (MG) em 1940 – Foto: Arquivo Público e Histórico de Rio Claro


É provável que os garotos não tivessem a menor ideia dos valores que simbolizavam ao posar com o uniforme integralista, o braço direito levantado e a palma da mão à mostra, em março de 1940. Seus pais sabiam. E dedicaram a foto tirada na cidade mineira de Poços de Caldas ao chefe inconteste do integralismo, Plínio Salgado, “como prova robusta de respeito, affecto e carinho”.

Inspirado no fascismo italiano e lançado em 1932, o integralismo se  espalhou rapidamente pelo Brasil. Figuras de peso, como os juristas Miguel Reale e Goffredo da Silva Teles, logo aderiram ao movimento. O instigante é que o retrato dos “plinianos”, como eram chamados os meninos de famílias integralistas, foi feito quando o movimento se encontrava na ilegalidade e seu líder autoexilado em Portugal. 

Pelo menos em público, ninguém mais fazia a saudação integralista Anauê!  (Você é meu irmão!), que vinha do tupi. O movimento estava proibido desde 1937, quando o presidente Getulio Vargas decretou o Estado Novo. Plínio soube com antecedência que o período autoritário estava em gestação, articulou para ser um dos sustentáculos do novo regime, mas Getulio não admitia sombras. Extinguiu todas as organizações políticas. 

A imagem dos “plinianos”, o flagrante de um encontro integralista postado abaixo e outras 6.760 fotos do acervo do líder integralista se encontram no Arquivo Público e Histórico da cidade paulista de Rio Claro. Foram doados à instituição em 1985, pela viúva de Plínio, Carmela Patti Salgado.

Plínio Salgado (no destaque) participa de encontro de seguidores, em 1935. Foto: Arquivo Público e Histórico de Rio Claro

Plínio Salgado (no destaque) participa de encontro de seguidores, em 1935. Foto: Arquivo Público e Histórico de Rio Claro

Link curto: http://brasileiros.com.br/S6nw8
Tags: , , , , ,