Os artistas serão premiados com participação em residências artísticas na Colômbia e nos Estados Unidos

Dos dez artistas pré-selecionados para concorrer à bolsa ICCo/SP-Arte, foram premiados Bruno Baptistelli e Marcelo Moscheta. O júri do evento é composto por um representante de cada uma das instituições parceiras (ICCo, SP-Arte, Residency Unlimited e FLORA ars+natura).

Marcelo Moscheta, nasceu em São José do Rio Preto, 1976 e atualmente vive e trabalha em Campinas. Representado pela Galeria Vermelho, onde tem individual aberta até dia 16/4, Moscheta irá para a Flora ars + natura, em Honda e Bogotá, na Colômbia, que tem como eixo central de seu programa a pesquisa em torno da relação entre arte e natureza. Transitando entre suportes, o artista produz instalações, desenhos e fotografias cujo tema recorrente é uma reflexão sobre a relação do homem com a natureza. Sua prática esta centrada, entretanto, não na mera representação da paisagem, mas na sua experiência através de imersões e viagens de campo. Ao mesmo tempo explorador, geógrafo e arqueólogo contemporâneo, Moscheta usa a memória e a linguagem da arte para questionar as fronteiras do território, da geografia e da física. Destacam-se em seu currículo as exposições individuais 1.000 km, 10.000 anos, na Galeria Leme (2013), e a instalação Contra.Céu (2010) realizada na Capela do Morumbi. Comissionado pela 8 Bienal do Mercosul (2011), realizou pesquisa em toda a extensão da fronteira entre Brasil e Uruguai. Também no mesmo ano participou de residência artística à bordo de um veleiro em Spitsbergen, no Pólo- Norte, que resultou na exposição NORTE (2012), realizada no Paço Imperial.

O outro premiado Bruno Baptistelli, representado pela Galeria Pilar, foi premiado com uma residência na Residency Unlimited, em Nova York. Dirigida por Nathalie Anglès, a RU está situada no bairro do Brooklyn e foca-se principalmente em introduzir os artistas residentes no cenário artístico de Nova York por meio da pesquisa e de parcerias estratégicas com instituições e curadores.  Nasccido em São Paulo, 1985, onde vive e trabalha, Baptistelli pesquisa a relação com o espaço urbano através de intervenções, produzindo pinturas, fotografias e instalações. O artista trabalha principalmente com materiais retirados da rua, do lixo, restos descartados que ele resignifica dando nova forma e lugar. Realizou as exposições individuais Narrativas Cotidianas, FUNARTE, Brasília (2015), com curadoria de Tomás Toledo e 2, Galeria Pilar, São Paulo (2013). Tem participado de exposições coletivas no Brasil e exterior, entre as quais destacam-se When Thoughts Are Replaced by Moving Images, Ausstellugsraum klingental, Basel, Suiça e Aparição, Caixa Cultural, Rio de Janeiro, Brasil, ambas em 2015; Estruturas Possíveis, Oficina Oswald de Andrade, São Paulo (2014),Projecto MULTIPLO, NY Art Book Fair, MoMA-PS1, Nova York, EUA (2013), entre outras.

Link curto: http://brasileiros.com.br/E51OB
Tags: , , ,