Ex-presidente da OAB-RJ e deputado federal do PT diz que está sendo promovido um golpe de Estado promovido pelo juiz federal responsável pela Operação Lava Jato

Damous diz que providências serão tomadas contra Sergio Moro. Foto: Reprodução/Facebook

Damous diz que providências serão tomadas contra Sergio Moro. Foto: Reprodução/Facebook

Um golpe está sendo promovido pelo juiz Sergio Moro. É o que diz o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), advogado e ex-presidente da OAB-RJ. Segundo o parlamentar, o juiz cometeu um crime ao grampear a presidenta Dilma Rousseff. “Ele não poderia ter vazado a interceptação telefônica, já que no diálogo se encontrava a presidenta da República. Moro até faz uma ressalva de que não encontrou irregularidade nenhuma, mas mesmo assim vaza a conversa para insuflar a população contra o governo, contra o PT e contra a Dilma”.

Damous diz ainda que tomará “providências sérias” contra “os desmandos” de Moro. “Já passou da hora de ter um basta. O STF tem que avocar esse processo da Lava Jato e colocar ordem na casa ou o juiz Serio Moro instaura o fascismo no Brasil”.

Link curto: http://brasileiros.com.br/Ht7MI
  • marta margarida de vasconcelos

    Comentário pertinente de uma amiga minha: “O fascismo é ambidestro. Fascismo não é quando a direita ou a esquerda sai na rua, mas quando a direita ou a esquerda querem calar e aniquilar os outros. Muitos de vocês também foram e são fascistas nos seus micro espaços de poder. E continuariam a ser fascistas caso tivessem poder institucional”.