O grupo experimental BibliASPA Musical, formado por instrumentistas e dançarinos tradicionais de países árabes, abre o festival no Largo da Batata

Foto: Miguel Salvatore/ festivalgrist.wordpress.com

Foto: Miguel Salvatore/ festivalgrist.wordpress.com

No próximo domingo (13), a cidade de São Paulo vai mostrar mais uma vez por que é considerada um dos lugares mais cosmopolitas do planeta. O Largo da Batata, tradicional reduto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, receberá a primeira edição do Grist Fest – Festival de Música de Refugiados e Imigrantes.

Os músicos, atualmente na capital paulista, cidade que possui na sua formação cultural a presença de povos estrangeiros e atualmente tem acolhido pessoas sob situações de violação de direitos humanos em seus países de origem. A programação tem início às 16 horas com o grupo experimental BibliASPA Musical, formada por instrumentistas e dançarinos tradicionais de países árabes.

Além do grupo, também são esperadas bandas como o Satélite Music, do Haiti, que explora estilo musical mais popular dopais caribenho, o compas; Afrika Music, original da República Democrática do Congo; e a banda Atopani, que trás diversos aspectos da cultura do Togo.

A iniciativa para a realização do evento partiu dos próprios refugiados e imigrantes que formam o GRIST – e conta com o apoio do MSTC (Movimento dos Sem Teto do Centro de São Paulo). O projeto faz parte das iniciativas que o GRIST organiza com frequência para dar visibilidade e conteúdo às discussões ao redor do problema dos grandes deslocamentos humanos que atingem cidades e países do mundo inteiro.

Clique aqui e veja a programação completa

Serviço – 1º Festival de Música de Refugiados e Imigrantes
Largo da Batata
Av. Brigadeiro Faria Lima, 860, Pinheiros. São Paulo – SP
13 de dezembro de 2015
16h às 22h
Gratuito

Link curto: http://brasileiros.com.br/3XBxk
Tags: , , , ,