Com participação especial de Michele Delaunay, ex-ministra das Pessoas Idosas e da Autonomia da França, e Benjamin Zimmer, CEO do Silver Valley

O envelhecimento populacional no Brasil é visto quase sempre como um desafio ao desenvolvimento econômico. O debate permanece, de forma obsessiva, centrado apenas na questão previdenciária e no impacto da longevidade nas contas públicas. A despeito da relevância dessa preocupação, começa a ocorrer nos países europeus e nos Estados Unidos uma atuação empresarial e governamental em outra direção: o envelhecimento como oportunidade de se constituir na própria “alavanca do crescimento econômico”, a partir de uma politica industrial que vise atender as novas demandas da população.

O evento é uma parceria da Brasileiros com o Centro de Estudos da Economia da Longevidade. É a primeira vez que as empresas são chamadas para discutir o tema no Brasil, mostrar seus “cases” e discutir a visão estratégica sobre a dinâmica populacional. “O mundo está discutindo o envelhecimento sob o ponto de vista da economia da longevidade e as empresas no Brasil precisam entrar nesse debate, sob pena de o País vir a ser apenas um importador de produtos que estão sendo desenvolvidos lá fora”, afirma Jorge Félix, curador do evento e diretor do Centro de Estudos da Economia da Longevidade.

A ideia de Félix é que o evento sirva de incentivo para a formação de redes da economia da longevidade no País, a exemplo do que ocorre nos Estados Unidos e na Europa. A União Europeia está bastante avançada na formação dessa rede, com o claro intuito de se tornar uma líder global nessa área, dominada pela tecnologia e pela robótica. O mercado que eles visam é o da América Latina, explica. Na opinião do pesquisador, as empresas brasileiras ainda estão muito distantes desse debate por acreditarmos sempre que o Brasil é um eterno país jovem. Por isso a necessidade de colocar o tema em pauta.

O seminário Economia da Longevidade: Oportunidade de Crescimento, Inovação e Bem-estar acontece no dia 13 de agosto, a partir das 8h30, no Hotel Renaissance, em São Paulo (Alameda Santos, 2233, Jardins – entrada pela Rua Haddock Lobo).

Durante o evento, a Brasileiros Editora apresentará seu novo canal, Saúde!Brasileiros.

Veja a Programação

8h30 Welcome Coffee e Credenciamento

9h Abertura

Hélio Campos Mello, diretor presidente Brasileiros Editora

Jorge Félix, diretor do Centro de Estudos da Economia da Longevidade

9h10 Palestra especial diretamente de Paris

Michèle Delaunay, ex-ministra das Pessoas Idosas e da Autonomia da França

9h15 Painel 1 – Economia da Longevidade

Rita Almeida, líder da CO.R Inovação

Rui Fava, vice-presidente acadêmico da Kroton Educacional

Conversa com o público

10h15 Palestra especial diretamente de Paris

Benjamin Zimmer, CEO do Silver Valley

10h30 Painel 2 – Empreendedorismo e Oportunidades de Negócios

Marco Perino, presidente da Alternate Technologies

Pedro Gravena, diretor de Criação Digital da Agência FCB Brasil

Conversa com o público

11h30 Painel 3 – Tecnologia e Envelhecimento

José Roberto Muratori, diretor executivo da AURESIDE – Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial

Andrey Araújo Masiero, Professor e Pesquisador em Interação Humano-Robo

Conversa com o público

13h Encerramento

As inscrições para o seminário Economia da Longevidade: Oportunidade de Crescimento, Inovação e Bem-estar são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.brasileiros.com.br ou e-mail seminarios@brasileiros.com.br

Informações: 55 11 3030-4050

Empresa: Parceira: Itaú Viver Mais

Patrocínio: FECS – Faculdade de Educação em Ciências da Saúde | Hospital Alemão Oswaldo Cruz

longevidade
Link curto: http://brasileiros.com.br/O0W6e
Tags: , , ,
  • Kelly Aguilar

    Bom dia.

    Infelizmente não pude participar devido à internação de última hora de meu filho no mesmo dia do evento.

    Gostaria de saber, por favor, se as apresentações ficarão dispostas em algum site ou se serão enviadas para os participantes. Eu poderia acessá-las também?

    Obrigada.

  • Jurilza Maria Barros de Mendonça

    Achei muito interessante a proposta do seminário , sou servidora pública federal e acompanho de perto o descaso do governo c as políticas para as pessoas idosas.