Chacina em Belém; Alckmin pede ajuda à Dilma; Os memes do Enem; 25 anos da queda do Muro de Berlim e mais! Veja 15 notícias que marcaram a semana

Maaaaaais uma semana, amigos. Seu já saudoso semanário vem te lembrar o que você deveria ter prestado atenção na semana que passou. #VEMGENTE

1- 25 anos da queda do muro de Berlim e os muros atuais

Começamos esta semana com história. Neste domingo (9), celebramos o aniversário de 25 anos da queda do Muro de Berlim, símbolo da divisão do mundo na Guerra Fria. 

Construção.

Nossa repórter especial Luiza Villaméa conta que, até 1989, atravessar o Muro de Berlim era uma viagem no espaço e no tempo. Em Berlim Oriental, a vida corria devagar, em preto e branco. Mesmo nos arredores da principal praça, a AlexanderPlatz, as avenidas e ruas eram supertranquilas.

Henri Cartier-Bresson. The Berlin Wall. 1962.

Henri Cartier-Bresson. The Berlin Wall. 1962.

Do outro lado da cidade, o cenário mudava de forma radical, a começar pelo ritmo frenético, infinitas cores e muito apelo ao consumo. Cruzar a fronteira pelo checkpoint da Friedrichstrasse, mais conhecido como Checkpoint Charlie, dava sempre a sensação de voltar ao presente. Leia tudo.

Celebração da queda do muro. Foto: Alexander Rentsch/Fotos Públicas.

Celebração da queda do muro. Foto: Alexander Rentsch/Fotos Públicas.

Bônus: Veja os 5 muros que ainda dividem populações no mundo

Reprodução/ Facebook.

Reprodução/ Facebook.


2- A culpa não foi de São Pedro

São Paulo sem água e para governador do Conselho Mundial de Água, Newton Azevedo, a falta de água no Estado ter sido atenuada. Leia mais. .

O Sistema Cantareira é composto pelas represas de Paiva Castro, Cachoeira, Atibainha, Jacareí e Jaguari. Imagem de Satélite cedida pela NASA.

Na segunda-feira (10), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, se reuniu com a presidenta Dilma Roussef, no Palácio do Planalto, para pedir R$ 3,5 bilhões de ajuda do governo federal para financiar oito obras de infraestrutura na área hídrica. Mas os empreendimentos não resultarão em solução imediata para a população paulista, que vive sob impacto da grave crise de abastecimento de água. O total de recursos e a forma de financiamento oferecidos pelo Governo Federal serão definidos na próxima semana, depois que os projetos forem detalhados por um grupo de trabalho. Estamos acompanhando.

Foto: Agência Brasil.

Foto: Agência Brasil.

 

3- CNN confunde Osama com Obama

Mundo, ou melhor, gafe. A emissora de televisão norte-americana CNN virou assunto nas redes sociais na noite de sexta-feira (6). Durante um jornal, a legenda da imagem informava: “Militar que diz ter matado Obama é ameaçado”. Na verdade, o militar da Marinha norte-americana alega ter matado Osama Bin Laden, e não o presidente norte-americano, Barack Obama. Veja:

Reprodução.

Reprodução.

 

4- Deixem Letícia em paz

Agora uma pausa para um cafezinho…

É que seu QUE SEMANA! é política e assunto sério, mas também é coluna social da internet, por assim dizer… Nós celebramos a zoeira e não o moralismo. Calma, vamos explicar. É que esta semana, a atriz Letícia Sabatella foi alvo de fofocas divulgadas por um colunista do jornal O Dia. O jornalista mencionava um suposto “vexame” após uma celebração que terminou com a atriz deitando no asfalto. Na última quarta-feira (5), de madrugada, Letícia resolveu responder às críticas em seu Facebook.

Reprodução.

Aqui no seu semanário, defendemos a alegria de viver. Reprodução.

 

5- Teat(r)o Oficina entre moral, liberdade e bons costumes

E um sacerdote assistiu a um trecho de uma apresentação do Teat(r)o Oficina, em 2012, e decidiu fazer denúncia ao Ministério Público que condenou a produtora Ana Rúbia, os atores Tony Reis e Mariano Mattos Martins, e Zé Celso por uma suposta “incitação ao crime”. Leia mais.

Foto: Luiza Sigulem/Brasileiros.

Zé Celso Martines. Foto: Luiza Sigulem/Brasileiros.

 

6- #PartiuMiami

Voltando ao assunto eleições, já que estas não tiveram fim – ainda -, a coluna de Mônica Bergamo no domingo (9), mostrou alguns descontentes com a reeleição da presidenta Dilma já “desistiram do Brasil” e estão embarcando para Miami. É sério. Veja. Falando nisso, alguns outros eleitores insatisfeitos criaram uma petição no site da Casa Branca pedindo que os Estados Unidos se posicionassem contra o que o texto chama de “expansão bolivariana e comunista no país” – mais de 123 mil pessoas assinaram o documento. Veja:

Parece piada, mas não é.

Parece piada, mas não é.

Em nota, a Embaixada dos EUA em Brasília afirmou que “petições apresentadas nessa página não representam as opiniões do governo dos EUA” e lembrou que a Casa Branca “publicou uma declaração parabenizando a presidente Dilma Rousseff por sua reeleição”.  A petição virou meme. CLARO:

7- Enquanto isso

O Memorial Luiz Carlos Prestes, prédio de Porto Alegre projetado por Oscar Niemeyer, foi alvo de uma manifestação no sábado (8). Cartazes contra o “comunismo”, o “Foro de São Paulo”, entre outros, foram levantados à ocasião. Segundo a organização, que orientou os presentes a não levantarem faixas clamando “intervenção militar” ou o “impeachment” de Dilma, a data escolhida tem relação com os 25 anos da queda do Muro de Berlim. Aguente.

Reprodução.

Reprodução.


8- Sobre o preconceito, ódio e o pleito eleitoral…

… já falamos muito por aqui, mas não custa repetir. Apesar de tudo o que se falou contra os brasileiros nordestinos, quem reelegeu Dilma foi o Brasil, e não o Nordeste. Leia o editorial da Revista Brasileiros de novembro. 

Dilma Rousseff durante pronunciamento após resultado das eleições 2014. Foto: Cadu Gomes.

Dilma Rousseff durante pronunciamento após resultado das eleições 2014. Foto: Cadu Gomes.


9- Jô Soares criticou o fantasma do “bolivarianismo”

Até o apresentador Jô Soares não aguentou e, durante o “Programa do Jô”, falou do ódio pós-eleição. O global mencionou que a afirmação que o Brasil era bolivariano era absurda e afirmou que Evo Morales é um “índio autêntico”, que “incomodou a minoria branca do país”. UAU. Assista:

10- De olho no caso Cláudia

Os policiais militares Rodrigo Medeiros Boaventura e Zaqueu de Jesus Pereira Bruno, réus no processo da auxiliar de serviços gerais Cláudia Silva Ferreira, 38 anos, assassinada em março no Morro da Cegonha, serão julgados pela Auditoria da Justiça Militar, e não pela Justiça Comum, de acordo com informações do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). Para quem não se lembra, Cláudia foi baleada numa operação no Morro da Congonha, colocada dentro do camburão e arrastada pelo carro da Polícia Militar. Leia mais

Reprodução.

Reprodução.

 

11- Chacina em Belém

Foram 11 assassinatos ocorridos entre a noite de terça-feira (4) e a madrugada de quarta-feira (5), em Belém (PA). Ninguém foi preso. E tudo aconteceu depois da morte do cabo Antônio Figueiredo, da Polícia Militar do Estado do Pará. Ele foi baleado por motoqueiros quando chegava em sua casa, no bairro de Guamá, na periferia da capital paraense, no início da noite. Logo após o assassinato, um grupo em cinco motos e um carro preto entrou atirando em bairros pobres de Belém. Em uma página atualizada supostamente pela Ronda Ostensiva Tático Motorizado do Pará (ROTAM/PA), uma mensagem postada às 10 horas da noite diz que os policiais “estão com sangue nos olhos”. Veja:

Reprodução.

Reprodução.


A Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Belém do Pará acredita que as vítimas do ataque a bairros periféricos não tinham envolvimento com o crime. Leia. A ouvidoria da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup) do Pará vai acompanhar a investigação dos assassinatos. A Anistia Internacional pediu investigação imediata sobre a chacina

12- Brasileiros entrevista Mia Couto e lembra:

“O racismo é um fenômeno difícil de entender porque tem vários componentes”. O contador de histórias é um dos destaques do caderno Literatura!Brasileiros de novembro. Leia.

Foto: Renato Parada.

Foto: Renato Parada.

 

13- OMS: Número de pessoas com alzheimer pode triplicar até 2050

A perda progressiva das lembranças, a dificuldade em reter informações e a falta de referência espacial e de autonomia, são sintomas típicos da doença que, segundo a Organização Mundial da Saúde, acomete cerca de 35 milhões de pessoas no mundo todo. A Brasileiros foi entender mais sobre a doença, que interrompe a memória, base de nossa identidade. Leia.

Engrenagens da memória.

Engrenagens da memória.


14- Inovação é importante!

O neurocientista Miguel Nicolelis, Jim Sullivan, presidente da IDG International Publishing Services, e Martha Gabriel, consultora nas áreas de Marketing Digital, foram alguns dos destaques da programação da 4ª edição do Ciclo Inovação: Metas e Desafios perante a concorrência Internacional, realizado pela Brasileiros. O evento reuniu especialistas, convidados e público para uma rodada de debates que revelou, entre outras coisas, as próximas etapas do Projeto Walk Again, destacou impacto da tecnologia no mercado e discutiu neutralidade da tecnologia. Quem não pôde conferir de perto o evento – que aconteceu em São Paulo, no último dia 6 de novembro -, poderá assistir à todas as mesas no nosso site.

Diivulgação.

Matha Gabriel, Jim Sullivan e Miguel Nicolelis presentes! Divulgação.

 

15- Chega!!

Para relaxar, fique com os melhores memes da prova do ENEM, que aconteceu no último final de semana. 

Coragem pessoal! E até a próxima! Leia as outras edições do QUE SEMANA! Baixe o aplicativo da Revista Brasileiros em seu tablet e leia as últimas edições (para iPad e Android).

Boa semana e atenção!

Mas, preste atenção de verdade, meus amigos!

 

Link curto: http://brasileiros.com.br/Aumnn
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
  • Dede

    Muito bom me deleito com essa obra prima!

  • rubens pineda

    A reeleicao nao sera motivo de orgulho, mas somente de vergonha. Sinto pela revista parecer defender o PT e sua roubalheira de forma cega. Mas, esta eleicao nao havia opcao ideologica, somente certo e errado. E aprovar um partido que entrou no governo com 14 ministerios ate 2002, mudar para 33 no primeiro dia em 2003 e chegar a 39 ministerios +10 secretarias com cargos e salarios de ministerios, somente trouxas ou ladroes, que participem podem aprovar.

    Luiza Erundina nao poderia ser nome para falar em reforma politica, porque foi uma ditadora, que desrespeitou a democracia com todos os vereadores do PT ficarem contra ela durante sua prefeitura. Onde ela desfilou com centenas de onibus novos usando 46% do orcamento para isto e retirando da educacao e saude. Quando solicitaram a lei do impeachment para ela antes do Collor. Mas, o brasileiro tem memoria curta.

    Em relacao a gramatica, nos temos uma PRESIDENTE nao uma PRESIDENTA ou passaremos a ter ESTUDANTAS na escola. Embora, seja compreensivo como eleitores do PT costumam ser cegos e surdos somente digitam 13 sem pensar. Mas, em relacao a PRESIDENTA a midia tem responsabilidade com o futuro da qualidade do leitor.

  • Walter Newmann

    Muito Bom Luana! Estou apreciando esta coluna. Ela nos faz pensar de forma especial. Refletir sobre os fotos, sem estresse é só aqui!