Escolha foi divulgada no segundo dia da feira, que teve também doações de obras para museus

Obra de Bruno Cançado

Obra de Bruno Cançado

O Instituto de Cultura Contemporânea e a SP-Arte divulgaram nesta quinta-feira, dia 3, os nomes de Bruno Cançado e Alexandre Brandão, ambos jovens artistas mineiros, como os escolhidos para receber as bolsas de residência artística de 2014. Em 2013, os contemplados foram Marcia Xavier e Rodrigo Braga.

Cançado, que transita principalmente entre as linguagens do desenho e escultura, passara um período em Portugal, na cidade de Vila Nova de Cerveira. Brandão, por sua vez, que tem pesquisa focada na natureza do desenho e no funcionamento dos objetos, vai aos EUA, trabalhar por dois meses na Residency Unlimited, em Nova York.

Doações

Outra notícia que circulou no segundo dia de SP-Arte, no Pavilhão da Bienal, foi sobre quais obras foram vendidas no que é chamado Prêmio Aquisição – quandocolecionadores e empresas comprarem trabalhos na SP-Arte para doá-los à museus e instituições. E nesta edição a coisa parece estar indo bem.

A Pinacoteca do Estado, por exemplo, ja recebeu 13 obras – número recorde – dos artistas Luiz Braga, Nicolas Robbio, Bartolomeo Gelpi, Wagner Malta Tavares e Vânia Mignone. Os doadores foram o Grupo Iguatemi, o Banco Espirito Santo e Cleusa Garfinkel. O Museu de Arte Moderna (MAM) e o Museu de Arte do Rio (MAR) também já receberam doações para seu acervo.

A SP-Arte segue até domingo, com stands de 136 galerias e espaço para debates e lançamentos. Saiba mais no site.
  

 

Link curto: http://brasileiros.com.br/yLsBC
Tags: